segunda-feira, 15 de outubro de 2012

A ORIGEM DO DIA DOS PROFESSORES

No Brasil, o Dia do Professor é comemorado em 15 de outubro.
D. Pedro I - Imperador do Brasil
Nesta data, por lei de 15 de outubro de 1827, D. Pedro I criou as primeiras escolas primárias do Brasil independente.
Por essa lei "criavam-se em todas cidades, vilas e lugares populosos do Império, com o programa de ensinar a ler, escrever, contar, geometria, gramática, moral e doutrina cristã".
Essa lei, de 15 outubro, firmou também o princípio da valorização do Mestre, estabelecendo que "os professores seriam nomeados mediante um exame público, mesmo aqueles que, já em exercício, quisessem reger uma das novas escolas".
No mesmo ano em que criou o ensino oficial primário, D. Pedro I criou também o ensino jurídico no Brasil. Por lei de 11 de agosto de 1827, foram criadas as Faculdades de Direito de São Paulo e Olinda, ambas instaladas no ano seguinte.
Até hoje a Faculdade de Direito integrada na Universidade de São Paulo, que foi criada em 1934, ainda funciona no mesmo Largo de São Francisco, onde estava outrora o convento em que se instalou.
Mas foi somente em 1947, 120 anos após o referido decreto, que ocorreu a primeira comemoração de um dia efetivamente dedicado ao professor.
Começou em São Paulo, em uma pequena escola no número 1520 da Rua Augusta, onde existia o Ginásio Caetano de Campos, conhecido como "Caetaninho". O longo período letivo do segundo semestre ia de 1 de junho a 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo este período. Quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano.
O professor Salomão Becker sugeriu que o encontro se desse no dia de 15 de outubro, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A sugestão foi aceita e a comemoração teve presença maciça - inclusive dos pais. O discurso do professor Becker, além de ratificar a ideia de se manter na data um encontro anual, ficou famoso pela frase " Professor é profissão. Educador é missão". Com a participação dos professores Alfredo Gomes,Antônio Pereira e Claudino Busko, a ideia estava lançada.
A celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963. O Decreto definia a essência e razão do feriado: "Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias".
Fonte: História Pensante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário