sexta-feira, 17 de maio de 2013

Legado de Aristóteles

Depois de Aristóteles, grande parte dos pensamentos filosóficos se remetem às idéias de Aristóteles, seja como reforço ou oposição. Aristóteles foi banido de Atenas depois do falecimento de Alexandre, o Grande; sua importância ressurge na Europa medieval do século XII.
Os europeus entram em contato com a filosofia aristotélica durante a invasão dos povos árabes, inicialmente tal filosofia é vista como ameaça à fé cristã, pois Aristóteles afirmava ser impossível o homem ter contato direto com a divindade. Através de Santo Tomás de Aquino, o pensamento aristotélico fornece ao cristianismo da época, uma estrutura racional para sobreviver no ambiente laico e acadêmico.
Até Hegel, século XIX, toda a filosofia ficou calcada nos preâmbulos das afirmações de Aristóteles. Atualmente, a filosofia não desconsidera Aristóteles, mas o coloca em vários pontos e idéias já superadas.
Durante séculos, a própria ciência trabalhou sob o pensamento aristotélico. O surgimento de uma ciência moderna ocorre com o rompimento com a ciência aristotélica através dos trabalhos de Galileu e tantos outros cientistas que questionaram o geocentrismo.
Fernando Rebouças

Nenhum comentário:

Postar um comentário